Rádio:

34

Ser mãe adolescente

Oi gente (: 
Talvez vocês já esperassem um desabafo assim por aqui, achei que não faria mais acho que é uma coisa que não tem como fugir...
Já faz um tempo que tenho ficado chateada com essas coisas, fico pensando como as pessoas conseguem ser tããão inconvenientes? Não vim aqui pra dizer que ser mãe adolescente é a melhor coisa que existe, mais também não é um bicho de sete cabeças como as pessoas pensam, não vou ser hipócrita em dizer que TODAS são exemplos de mães, pois conheço muitas que não nem de longe são admiráveis, e por uma todas pagam, infelizmente
Bem, tudo começou quando eu ainda estava grávida, aqueles olhares tortos pessoas fofocando, no começo até me sentia mal saindo de casa mais com o passar dos meses passou, eu cheguei a sentir vergonha, vontade de sumir e toda aquela alegria que eu senti carregando meu bebê se transformou em um desespero tremendo me sentia mal, achava que quando ele nascesse tudo ia melhorar 
QUE NADA, já começou na maternidade... MÃES vinham até mim perguntar minha idade, falar coisas que a gente quer muito ouvi logo no começo de tudo "Você perdeu sua vida" coisas assim, normal né? 
então elas também não só eu, e pior falar isso com os filhos nos braços, tive que segurar muito a minha língua.
Depois passei por uma experiência ainda pior no teste do pezinho do Rafael, ele só tinha 7 dias de vida fui eu, minha mãe e meu marido levar ele no posto quando na hora de entrar eu me senti mal comecei a tremer inteira e não quis entrar, até que a enfermeira veio e falou um monte de coisas horríveis pra mim 
me fez senti a pior das pessoas, cheguei a chorar e dizer que eu não merecia meu filho
Depois disso tudo comecei a entrar com ele nas salas, vacinas, exames 
não vou dizer que não me dói mais, porque ainda dói sim fico mal, choro e isso por acaso é algum crime? 
Não sou a melhor mãe do mundo, longe disso!! sou humana erro e as vezes acerto também
cuido do Rafael praticamente sozinha, não por não ter quem me ajude, é não querer mesmo por tanta coisa que escutei quando estava grávida não peço nada a ninguém que não for meu marido 
com 4 dias de operada tava pra lá e pra cá com meu filho, o que não recomendo a ninguém fazer 
pois eu tive muita dor, se quiserem te ajudar ACEITE!!
Estou cansada de comentários negativos, brincadeirinhas sem graça, gente inconveniente 
Acho que vergonhoso mesmo, é não assumir, abortar e dá pra outras pessoas criarem
Nunca pensei em tirar o Rafael, nunca 
eu tive medo? sim eu tive, mais eu o amei desde que era apenas uma suspeita, não fui a pessoa mas responsável do mundo, eu sei! Mas responsável o bastante pra assumir o que eu fiz
Antes de me preocupar em contar aos meus pais eu me preocupei em começar meu pré-natal, quis sempre ter uma gestação tranquila, comi sim alguma besteira 
de vez em quando, quem nunca? mais também não coloquei uma gota de álcool na minha boca e muito menos um cigarro em respeito a quem eu gerava (:

Pessoas que acham que eu perdi minha vida só tenho uma coisa a dizer:
Minha vida só começou!! 


Obrigada meu anjo, por ter me escolhido entre tantas pra ser
sua mãe, eu prometo cuidar de você e ama-lo acima de qualquer coisa
Minha vida só começou a fazer sentindo no momento que te conheci 
Meu mundo é você, só você

34 comentários:

  1. é minha amiga, não é nada fácil! escutei muita coisa também, mas não me importo mais...

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto Emmy! Nao tenha vergonha mesmo, de quem vc é!!! Mãe e guerreira acima de tudo!
    Pense no seu filho e felicidade acima de qq coisa nesse mundo!
    Seja sempre mais vc!
    E parabéns mais uma vez pelo lindo principe!!!
    Super beijoss

    ResponderExcluir
  3. Não é fácil pra ninguém, principalmente pra nós mais novinhas!
    Mas temos nossos pequenos que dependem de nós, e eles são o motivo pra continuar e não desistir!

    -

    Bjj em você e no Rafa, nessas boxexas que dá vontade de morder, só de olhar.. rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://m.likesforinsta.com/ref/2085611429

      Excluir
  4. Amei o desabafo e penso da mesma forma! ;)

    ResponderExcluir
  5. Querida sei que tem muita gente com o pensamento assim, mais não fiquei chateada não, o importante é que vc cuida do seu filho, como mesmo vc falou pior são essas pessoas que jogam os filhos em qualquer lugar, isso sim é desumano, não deveriam ter essa sensação maravilhosa que é gerar um filho!

    Vitoria & Nathan

    Bjinhos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Emmy!
    Primeiramente, obrigada por me seguir!!
    Vou te confessar uma coisa, eu vomitei arco íris qd vi seu blog! ele é lindo de morrer! rs e justo eu que AMO coroas, desenhos, MÚSICA BOA, etc...

    Você está nota 1000! Uma mãe jovem e linda que gerou um príncipe lindo! Eu sei que não é fácil vim aqui e falar "não liga para os comentários" porque no fundo ficamos tristes, mas só de olhar a carinha deles ficamos imensamente felizes e isso basta!

    Se quiser me add no face é /TatiBitencourt, pra te add no grupo "blogueiras".

    beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pelo força meninas e por me entender (:

    ResponderExcluir
  8. Aii que gente besta... flor não dá bola! Senti isso quando tive meu 1° aborto... tinha 16 anos e todo mundo me olhava torto no hospital, achando que eu tinha feito alguma coisa pra perder... chorei muito pela perda e mais um tanto pela discriminação que sofri, me xingaram um monte!
    Deus sabe a ótima mãe que tu é, levanta a cabeça e segue tua vida ao lado da tua família linda!

    Beijos teu filhote tá LINDO DEMAIS!

    ResponderExcluir
  9. Foi Deus que escreveu um anjo ao meu destino... e sou muito feliz por isso, e sei que o Rafael se sente assim também, ele é um bebê muito amado *-*

    Obrigada Cacau s2

    ResponderExcluir
  10. Tem selinho no blog pra você.
    Bjss

    http://maepaitogravida.blogspot.com.br/2013/02/selinho.html

    ResponderExcluir
  11. lê por favor linda :/ http://mamaeaos17.blogspot.com.br/2013/02/blog-post.html

    ResponderExcluir
  12. Me disseram que ter um FiLHO, é abrir mão da farra e isso ia ser difícil. Que encarar uma sociedade hipócrita por ser mãe jovem ia me pedir forças infinitas. Me falaram das terríveis dores do parto, e que meu corpo nunca mais ia ser o mesmo, me falaram das noites mal dormidas , e da minha juventude perdida... Mas nunca me contaram que o difícil mesmo era ter que retomar a vida de antes e não poder ficar com esse pedacinho de mim 24hs por dia! Que cada ultra-som que eu fizer vale mais que uma balada, não me contaram que esse cheirinho de bebê impregna na alma.. agora eu sei porque nunca gostei de ouvir o que me falavam... Sabe de uma coisa as pessoas falam demais, criticam demais. A vida são momentos marcantes em meio a uma rotina diaria esses momentos podem ser bons ou ruins. Por isso temos duas opções: reclαmαr ou simplesmente ser feliz. Agora sim sei realmente o significado da palavra AMOR !!
    EU TE AMO FILHA!

    ResponderExcluir
  13. Lindo o texto... Parabéns !
    quando tiver um tempinho passa no meu blog ? estou no inicio da gravidez. beijos
    http://maeadolecente.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Ei Emmy!
    Estou aqui pra poder contar um pouquinho do que acho... Tenho 17 anos e estou no ultimo ano do ensino médio, e sim, quero sim ter um filho. Parei de tomar meu remédio exatamente hoje e sinceramente, amigas já me chamaram de louca e tudo mais, porém eu não estou pouco me importando pois, quem tomará conta sou eu e meu namorado, eu e ele trabalhamos pra isso e não precisaremos do favor de ninguém. Lógico que por eu ficar fora do dia todo pagarei uma pessoa responsável para olha-lo para mim durante o dia e a noite meu namorado fica para eu completar o curso que pretendo fazer, agradecerei sempre quem for cuidar do meu bebê mais não será de graça. Acho muito melhor criarmos esta responsabilidade cedo e poder aproveitar nossos filhos o bastante. Meu pai me teve com 20 anos e até hoje ele solta pipa com meu irmão, hoje ele tem 35 anos, já meu sogro teve filho com 30 e nunca teve o prazer de jogar uma pelada com meu namorado e meu cunhado. Por isso fica a dica, serei muito mais mãe do que muitas ai, e sinceramente na idade em que nós temos ganharemos muito mais pensando em construir uma família e ser uma boa pessoa e responsável do que estas meninas de hoje que andam com metade da bunda aparecendo e quando a menstruação atrasa não sabe nem de quem possa ser!

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pelo teu blog e pelo teu bebé é lindo!! Isto ,é engraço estou eu a ler o teu blog praticamente do outro lado do mundo e tens uma história parecida como a minha, é quando pensamos que estamos sózinhas e que ninguém nos compreende e afinal milhares de jovens passam pela mesma luta, dificuldades e pela mesma felicidade de ter um filho com a nossa idade. queria dizer-te que mesmo quando as coisas te parecerem dificeis nunca desistas porque eles(os nossos filhos) compensam em tudo e dão-nos força(coisa que já deves ter-te apercebido).
    Eu fui mãe com 16anos da Carolina eu e o Rui(o meu marido) lutamos muito e enfretamos toda agente para a ter e eu nunca pensei em não te-la e valeu a pena todas as lágrimas e toda a dor até a familia se habituar á ideia, quando ela nasceu. Hoje em dia tenho 23 anos a minha Carolina tem 7 anos, entretanto nasceu o meu Gonçalo que tem 4 anos(tinha eu 18anos) e á 4 meses nasceu a minha Leonor!! Só a Leonor é que foi planeada! e nunca me arrependi das minhas decisões são a minha felicidade e a minha vida! Escrevo-te isto tudo porque nunca estamos sózinhas e acredita só estás no inicio da maior aventura da tua vida.Desejo-te tudo de bom e que a tua família seja muito feliz.

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo teu blog e pelo teu bebé é lindo!! Isto ,é engraço estou eu a ler o teu blog praticamente do outro lado do mundo e tens uma história parecida como a minha, é quando pensamos que estamos sózinhas e que ninguém nos compreende e afinal milhares de jovens passam pela mesma luta, dificuldades e pela mesma felicidade de ter um filho com a nossa idade. queria dizer-te que mesmo quando as coisas te parecerem dificeis nunca desistas porque eles(os nossos filhos) compensam em tudo e dão-nos força(coisa que já deves ter-te apercebido).
    Eu fui mãe com 16anos da Carolina eu e o Rui(o meu marido) lutamos muito e enfretamos toda agente para a ter e eu nunca pensei em não te-la e valeu a pena todas as lágrimas e toda a dor até a familia se habituar á ideia, quando ela nasceu. Hoje em dia tenho 23 anos a minha Carolina tem 7 anos, entretanto nasceu o meu Gonçalo que tem 4 anos(tinha eu 18anos) e á 4 meses nasceu a minha Leonor!! Só a Leonor é que foi planeada! e nunca me arrependi das minhas decisões são a minha felicidade e a minha vida! Escrevo-te isto tudo porque nunca estamos sózinhas e acredita só estás no inicio da maior aventura da tua vida.Desejo-te tudo de bom e que a tua família seja muito feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa mt obrigada, te identifiquei mt com você!! rs
      Rafael me faz mt feliz
      bjs volte sempre, s2

      Excluir
  17. Oiii.. nossa amei o seu blog.. super fofo ! e gostei muito desde post, e me identifiquei bastante pq tbm não segurei o meu bebe quando ele foi fazer o teste do pezinho, foi a minha sogra.. rsrsrs mais com o tempo a gente aprende que temos uma força, e um amor que nunca imaginaríamos ter...Estou no começo do meu blog... e ficaria muito feliz de ter uma visitinha sua lá tbm.. e falar como estou indo ! rsrsrs bjooos

    ResponderExcluir
  18. Olá... Nossa chorei com o seu texto. Apesar de ter passado por algumas situações diferentes eu me identifiquei bastante. Tenho 18 anos e minha gravidez, no começo foi um pesadelo pra mim, meu namoro era recente, eu me desesperei e pensei várias vezes em tirar. Alem disso antes da gravidez eu tinha problemas em casa, com meu padrasto, mas depois eles só pioraram, até que tive que sair de casa, fui morar com meu pai e dias depois meu namorado terminou comigo. Foi um baque pra mim. Me sentia desprezada tanto pela minha mãe quanto pelo pai do bebê, e até hoje me sinto assim. Estou com 27 semanas, ainda na casa do meu pai, porém daqui a algumas semanas me mudo pra minha casa. Foi duro pra mim e ainda está sendo, mas sei que cada dia, cada lágrima foi necessário. Agradeço muito a Deus por não ter permitido que eu tirasse meu filho, ele não nasceu ainda, mas hoje eu não sei o que seria de mim se ele não estivesse no meu ventre. Não vejo a hora de tê-lo em meus braços.

    ResponderExcluir
  19. Chorei!! Imagino que ser mãe nova não deve ser facil, mas com 30 anos tb nao. Sou mae solteira e meu depoimento nao eh mto diferente do seu, as pessoas me julgam, passei a gravidez inteira ouvindo: e o pai?? Na verdade, ate hj eu ouço isso, mas nunca tive coragem d dar mal resposta p ninguem. Abri mao da minha vida, larguei 2 empregos, mudei d cidade e voltei p casa dos meus pais. Hoje meu principe tem 1 ano e 3 meses e foi a melhor coisa q aconteceu na minha vida, sem comparação. Não entendi no começo, questionei e hoje agradeço a Deus pelo presente :)

    ResponderExcluir
  20. Eu tenho 18 anos, e estou grávida de 7 meses do meu pequenino Brian, que chegou na minha vida para me fazer a garota mais feliz desse mundo. <33

    Meninas, curtam lá? https://www.facebook.com/maeaosdezoitoanos?fref=photo

    ResponderExcluir
  21. eagorananda.wordpress.com
    O pior é quando o preconceito vem de quem menos esperamos!
    As pessoas esperam que por sermos novas temos que ir pra balada, ter amigos, beber e "curtir", não sabem o quando é gratificante gerar uma vida, e passar por qualquer obstáculos por amor aos nossos filhos. Me identifiquei com seu relato!

    eagorananda.wordpress.com
    Da uma passada no meu blog também!
    beijos

    ResponderExcluir
  22. http://www.maeadolescente15.tumblr.com

    Meu blog , sou mãe adolescente! Me sigam !

    ResponderExcluir
  23. http://www.maeadolescente15.tumblr.com

    Meu blog , sou mãe adolescente! Me sigam !

    ResponderExcluir
  24. http://www.maeadolescente15.tumblr.com

    Meu blog , sou mãe adolescente! Me sigam !

    ResponderExcluir
  25. Eu engravidei aos 16, é uma idade bem complicada, eu e o papai da minha bb n estamos juntos, eu n tenho todo esse apoio que vc tem, é bem complicado isso, eu estou passando pelo mesmo que você em escutar as pessoas dizendo "Sua vida acabou" é até engraçado isso sabe, porque eu não acredito que minha vida tenha acabado, não é a coisa certa a se fazer, eu não aconcelho ngm a ser mãe aps 16 até porque eu não tenho maturidade p ser mãe, eu n sei nada, não sei como fazer, eu me senti perdida, eu me sinto mal, porque eu tentei tirar minha bb, eu me sinto envergonhada por isso, e vendo a sua postagem e de outras mãe que são novas, algumas tanto assim como eu e outras nem tanto que me animam de volta, eu tenho muita coisa p passar ainda, não passei nem por um terço eu sei, mais eu agora tenho uma vida que depende de mim, e minha vida nova acaba de começar...

    ResponderExcluir
  26. Oi, tudo bom? Descobri que estou grávida ontem, ainda não sei o que fazer,estou sem chão, medo de parar minha faculdade, medo dos meus país,medo de não conseguir continuar minha vida e o mais interessante é que esse medo vem cheio de amor,queria ajuda de alguém como vocês que já tiveram o nenem e passaram ou estão passando por uma situação igual a minha!

    ResponderExcluir
  27. Eu estou grávida do Artur Henrique e também estou passando oqui vc passou na sua gravidez eu tenho 15anos

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. Eu estou grávida do Artur Henrique e também estou passando o qui vc passou na sua gravidez eu tenho 15anos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fique triste, fique Alegre pos e uma criança que Deus lhe deu como um presente, não acabou sua vida e agora que esta começando uma nova vida de alegria, não escute pessoas negativas, pos muitas so saber reclamar da vida e não olhao pra vida delas, Deixe de sentir vergonha,eu sei que não e fácil passa por isso, mas quando COMEÇAREI A CRÍTICA RESPONDA DEUS ESTA COMIGO.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...